Intelligence, Competitividade e Crescimento Económico

Atualizado: 19 de abr. de 2021


O trabalho que Portugal tem feito no que diz respeito à internacionalização e à captação de investimento estrangeiro tem sido uma das principais características da estratégia política presente para o crescimento e para a dinamização da nossa economia.


Apoiar empresas e empresários no seu caminho para a expansão, tantas vezes para mercados que são desconhecidos para os próprios, promover encontros, formações, sessões de esclarecimento, missões, bem como suporte na candidatura a fundos programados pelos Governos, tem sido o principal mote de todos os agentes governamentais que estão de uma forma ou de outra ligados a este propósito de tornar Portugal mais global.


As questões da CPLP, da Lusofonia, bem como é claro, da Diáspora, têm sido temas cada vez mais debatidos, e promovidos, no sentido de apoiar e de mostrar como o crescimento económico de Portugal pode e deve estar directamente ligado a um alargamento das consciências dos empresários e das empresas, com a devida canalização de todos os apoios disponíveis para a capacitação das empresas na exportação dos seus serviços, produtos, marcas e o seu capital humano.


No século XXI, num mundo que se desenha entre a tensão de uma globalização mais liberal e algumas forças de radicalização, a competitividade, a atracção de investimento para o crescimento económico de um país faz-se, claro está, oferecendo boas condições de negócio e de vida, estabilidade fiscal e política bem como segurança para todos.


Todavia, e apesar de tudo isto, um dos principais factores que concorre também para o sucesso da atracção do investimento nacional e estrangeiro passa pela promoção de uma Cultura das Informações para empresas, empresários e até, agentes políticos.


Todos sabemos que informações nas mãos certas podem ditar, na esmagadora maioria das vezes, o sucesso ou insucesso de uma determinada missão. Esta pode ser a simples captação de uma oportunidade pública ou privada no estrangeiro; pode também ser uma análise de risco quanto aos principais intervenientes de um determinado negócio e/ou decisão política. A tomada de consciência de informação relevante é determinante para todos os empresários que diariamente vão muitas vezes apenas orientados para determinado território ou oportunidade baseados ou no que informalmente vão percepcionando entre os pares, ou no que de uma forma ou outra aparece ventilado nos meios nacionais e internacionais.


A diferença que aqui a IntellCorp consegue introduzir é o facto de podermos providenciar todo este trabalho de análise e até de capacidade operacional seja em que território for. É neste sentido que temos vindo justamente a desenvolver actividade com alguns players do mercado nacional e internacional: mapeamento de oportunidades e análises de risco; verificação de esferas de influência políticas e empresariais de indivíduos ou grupos de interesse mais ou menos politizados, bem como a capacidade para operacionalmente intervir sempre que necessário.


O trabalho de uma agência que promova o crescimento económico nacional só se torna completo e aprofundado quando associado a esta capacidade de leitura aprofundada dos mercados, da realidade de cada geografia, de cada indivíduo, das empresas e das esferas de influência que determinado grupo tenha nacional ou internacionalmente falando.


A IntellCorp tem nos seus quadros especialistas de Informações com uma vasta experiência neste campo de acção; os levantamentos de informações que providenciamos têm a verdadeira capacidade de suportar decisões conscientes, com mais segurança do ponto de vista estratégico e táctico para as empresas e para os empresários.


Os agentes políticos, com o apoio da IntellCorp têm também entre mãos o poder de ler em profundidade a realidade que os circunda, prevenindo ameaças, blindando vulnerabilidades que muitas vezes são fundamentais na arena política tanto no plano nacional, como no círculo da União Europeia, e até num plano mais vasto, ao nível da geopolítica nas inclinações gerais das grandes políticas mundiais.


Para saber mais envie-nos um email para intellcorp@protonmail.com. Para mais conteúdos siga as nossas actualizações também no LinkedIn, e também no Facebook e Twitter.



0 visualização0 comentário